#19

Desenho e Foto Por Mariana Silva
Ontem, por culpa do vento que rugia contra a janela do meu quarto, adormeci a chorar lágrimas pretas. Quando a lua já ia alta, quase a beijar o sol, de uma dessas lágrimas nasceu uma flor: pequena e com as pétalas cor de neve. Corri na sua direção e peguei nela. Parei no tempo e deixei-me ficar ali: contemplando a sua beleza tão simples. Uma pétala caiu, esvoaçando ao ritmo a que o vento rugia. Pedi-lhe que parasse. Soprou com mais força. Pedi-lhe que se tornasse brisa. Cegou-me, para que não pudesse ver a flor. Pedi-lhe que fosse embora. Tirou-me tudo, para que não pudesse mais cheirar ou sentir a flor. Pedi-lhe que morresse. Soprou com mais força, para que eu soubesse que por mais que eu o afastasse, ele estaria sempre lá. Larguei o que restava da flor e senti o vento empurrar-me para um rio de lágrimas pretas. Enquanto me despedia da vida, enquanto sentia as lágrimas pretas ocuparem cada pedaço de mim, percebi que não eram lágrimas, mas sangue. E pensei que talvez os meus pensamentos fossem o vento que me matou: o vento que me arrancou as pétalas.

Mais desenhos da Mariana:


Gostaste? Então, não guardes só para ti!

SOBRE A AUTORA

Olá! O meu nome é Daniela Nogueira, tenho 18 anos e estudo Direito. Sou uma apaixonada por Artes. Escrevo no (Des)Apontamentos há cerca de quatro anos (com muitas mudanças, pelo meio...) e espero fazê-lo por muitos mais. A natureza, os meus sentidos e a alma das pessoas são os meus temas favoritos!

6 Comentários

  1. Obrigada por todo o apoio a sério!!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Bem profundas!!! Te convido a conhecer o meu blog. Se gostar me dá uma forcinha seguindo, ctz retribuirei o carinho!
    www.makeolatras.blogspot.com.br
    Bjsss =]

    ResponderEliminar