#1


Porto, 19 de Junho de 2017

         Querida Beatriz:

Não, nem tudo te vai correr da forma que tu queres. O mundo vai querer deitar-te abaixo, o mar vai tentar afogar-te, as terras vão erguer-se e levar-te para o desconhecido, quem te rodeia vai fazer-te acreditar que não vales o que vales. Respira fundo, encontra-te, percebe quem és, e quem realmente queres ser. De nada adiantará desejares algo, se não estiveres ciente de ti própria. Lembras-te de quando eras pequenina? Irrequieta. Ingénua. Sonhadora. Acreditavas que um dia te tornarias uma princesa - um pouco irreal, para mim sempre o foste. Acreditavas que havias de abrir os braços e abraçar o céu. Certamente te lembras que dia após dia, sempre com o mesmo entusiasmo, subias o monte de feno, na nossa antiga casa, enchias os pulmões e saltavas enquanto dizias: 'Eu consigo voar!', para depois te estatelares no chão. Essa menina ainda habita dentro de ti, procura por ela. Chama por ela. Grita. Berra. Zanga-te. Continua a acreditar. A tentar. Mesmo que caias mais uma e outra vez no chão, não desistas do teu sonho. Não mates a eterna pequenina. Quem sabe se amanhã não será o teu dia?

Milhares de Beijinhos,

          A tua irmã

Gostaste? Então, não guardes só para ti!

SOBRE A AUTORA

Olá! O meu nome é Daniela Nogueira, tenho 18 anos e estudo Direito. Sou uma apaixonada por Artes. Escrevo no (Des)Apontamentos há cerca de quatro anos (com muitas mudanças, pelo meio...) e espero fazê-lo por muitos mais. A natureza, os meus sentidos e a alma das pessoas são os meus temas favoritos!

2 Comentários

  1. Que lindo

    Amei teu blog e já estou seguindo, pode seguir o meu também ? Beijos

    www.diasdemoda.com

    ResponderEliminar